ESPECIAL HP: Harry Potter e o Enigma do Príncipe (Harry Potter and the Half-Blood Prince, 2009)

by

HP harry e gina

Por Bruno Pongas

  • O Movie For Dummies inicia hoje um especial Harry Potter. O primeiro filme a ser analisado, claro, será o que está em cartaz atualmente nos cinemas, Harry Potter e o Enigma do Príncipe. Nos próximos dias, teremos mais análises, desde o primeiro filme (A Pedra Filosofal) até o quinto (A Ordem da Fênix). Continue nos seguindo no twitter e saiba das principais novidades do blog.

A série Harry Potter angariou muitos fanáticos pelo mundo. No Brasil, as histórias do bruxinho se tornaram um fenômeno e seus livros vendiam como água nas prateleiras das lojas. Um fenômeno inexplicável, talvez. Há quem odeie todo o drama da escritora J.K Rowling, ache tosco, medíocre, chato. Eu falo como um desses aficionados, que leu todos os livros e era daqueles que os comprava logo quando vinham para cá, assistia o filme assim que entrava em cartaz… só faltava ir ao cinema vestido de Alvo Dumbledore ou Sirius Black. Brincadeiras à parte, acho que posso dizer, ou aconselhar, que antes de criticar, tentem ao menos ler os livros, e  quando digo isso, incentivo a dar uma olhada além do primeiro exemplar (Harry Potter e a Pedra Filosofal), que é de longe o menos interessante de todos (pelo menos para mim).

Fui ao cinema ontem (17/07) e tenho alguns pontos relevantes que merecem destaque (positivo e negativo). O longa tem um início muito bom, com os Comensais da Morte vagando pela cidade de Londres e destruindo parte dela – os efeitos especiais aqui podem ser considerados de primeiríssima qualidade, justificando o montante de dinheiro investido. O clima sombrio permeia a história, que é muito bem construída e dirigida. No novo trabalho, Harry Potter e o Enigma do Príncipe, notamos que o diretor David Yates evoluiu junto com a série, e abandonou aquela veia mágica e fantasiosa demais para dar contornos mais dramáticos ao filme. Aliás, ele sabe dosar e empregar o drama nas horas certas.

Um dos focos do diretor e do roteirista (Steve Kloves) foi concentrar parte da história nos romances dos protagonistas. Ou seja, o namoro entre Harry Potter e Gina Weasley ganha bastante destaque (por isso escolhi essa foto), assim como o amor ainda confuso de Hermione Granger por Ron Weasley. A vida amorosa do trio, como já dito, vira pauta em determinados momentos, e isso ajuda a quebrar o gelo da pesada trama, como se as descobertas dos jovens adolescentes aliviassem um pouco da responsabilidade que carregam consigo. Confesso, no entanto, que algumas vezes o excesso de cenas desse tipo me entediou, mas longe disso ser um grave problema.

Outro ponto forte do sexto filme da série é o roteiro. Steve Kloves foi muito inteligente ao adaptar o livro, o que é uma das tarefas mais difíceis a se fazer. Ele corta partes desnecessárias e agrega apenas os fatos mais relevantes. É claro que um trabalho cinematográfico nunca contará com todos os elementos de uma obra literal. Temos que compreender que tratam-se de artes distintas, cada uma com uma característica especial. É claro que faltam alguns trechos que poderiam ser tranquilamente lembrados, como um desenvolvimento maior da parte em que Harry descobre quem é o verdadeiro príncipe ou mesmo como Dumbledore conseguiu o anel (a Horcrux) de Voldemort. Tudo isso passa em branco e poderia ser retratado, mas é compreensível, já que Steve Kloves escolheu muito bem as passagens que virariam filme, e obviamente isso nunca agradará a gregos e troianos.

Para finalizar a cadeia de qualidades, é muito gostoso ver como evoluiram os atores com o passar dos anos. Harry Potter é um trabalho que se estende desde 2001, e na época, os jovens atores nem sequer eram adolescentes ainda. O tempo fez com que aprendessem algumas artimanhas, técnicas, e hoje eles atingiram considerável maturidade cinematográfica, dando mais do que nunca vida aos seus personagens. Quanto ao elenco mais experiente, destaque sempre para Alan Rickman e seu sarcástico Severus Snape e para Helena Bonham Carter com uma das personagens mais divertidas do longa – a perversa e maluca Bellatrix Lestrange (alguém associou ela com a Marla de Clube da Luta ou só eu mesmo?). Merece ressalva também o sempre experiente Michael Gambon na pele de Alvo Dumbledore e o jovem Hero Fiennes-Tiffin, que interpreta o lorde das trevas aos 11 anos – ele está simplesmente macabro.

Harry Potter e o Enigma do Príncipe é de longe o melhor filme da série. No entanto, ainda é recomendado apenas para quem já foi introduzido nesse mundo mágico, pois caso contrário, nenhum gancho foi feito para situar os marinheiros de primeira viagem. Para quem já conhece essa fantasia de cor e salteado, o longa é um prato cheio, com uma bela história, ótimos cenários, um figurino belíssimo e uma fotografia sombria bem interessante. David Yates dessa vez acertou em cheio e deixou o espectador com água na boca para a próxima sequência, que deverá chegar aos cinemas já no ano que vem. Vale lembrar que o último episódio da série, Harry Potter e as Relíquias da Morte, será dividido em duas partes, o que significa mais dinheiro para os cofres dos produtores e mais detalhes para os aficionados – vale a pena esperar.

Minha Nota: 8.5

Direção: David Yates
Gênero: Aventura/Drama/Suspense
Duração: 153 minutos
Elenco: Daniel Radcliffe (Harry Potter), Rupert Grint (Rony Weasley), Emma Watson (Hermione Granger), Michael Gambon (Albus Dumbledore), Tom Felton (Draco Malfoy), Bonnie Kathleen Wright (Gina Weasley), Hero Fiennes-Tiffin (Tom Riddle aos 11 anos), Jim Broadbent (Horace Slughorn), Maggie Smith (Minerva McGonagall), Alan Rickman (Severus Snape), Helena Bonham Carter (Bellatrix Lestrange), Julie Walters (Molly Weasley), Robbie Coltrane (Rubeus Hagrid), David Thewlis (Remus Lupin), Timothy Spall (Peter Pettigrew), Helen McCrory (Narcissa Malfoy) e Natalia Tena (Ninfadora Tonks).

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , , , ,

18 Respostas to “ESPECIAL HP: Harry Potter e o Enigma do Príncipe (Harry Potter and the Half-Blood Prince, 2009)”

  1. Nailson Says:

    Gostei da crítica!

  2. # Douglas Says:

    A melhor crítica que já vi desse filme !

    • Bruno Pongas Says:

      Obrigado, Douglas… continue acompanhando ao longo das próximas semanas que faremos um especial com todos os outros filmes da série…

      Abs!

  3. Carlos Says:

    Gostei da crítica pois muitas pessoas reclamam do filme que foi muito bom na minha opinião

    • Bruno Pongas Says:

      As pessoas criticam mesmo, mas muitas vezes sem muito fundamento e sem conhecer a fundo o livro.. Assim é fácil criticar mesmo. Creio que muita gente encara esse tipo de filme com muito preconceito, e isso pesa na hora da avaliação crítica. Sei lá…

  4. # Douglas Says:

    pode deixar, mais uma analisada nessa critica. ;)

  5. Alex Says:

    gostei da critica mas eu acho que falta ainda algumas coisas a desejar …

  6. Malu Says:

    óootima crítica ! A melhor que eu já vi o sobre esse filme !

  7. Claudia Says:

    Parabéns, garoto! Não vi o filme ainda, mas depois do que li aqui fico um pouco mais tranquila.
    Sou uma das viciadas nesse mundo e me sinto diretamente ofendida, quando não tratam a obra com o devido respeito, como foi o caso do filme 3 (O Prisioneiro de Azkaban). Eu saí o cinema cuspindo marimbundo! hehehe

    beijos
    Clau

    • Bruno Pongas Says:

      Olha, vou ser sincero. Sempre terá um defeitinho aqui e ali, mas a críticas as vezes exagera um bocado, e não só no Prisioneiro de Azkaban, na maioria deles mesmo…

  8. Leka Says:

    Não vou falar sobre harry potter. Vou perguntar:
    Pq tem um trailler de link em “fui ao cinema ontem”?

    • Bruno Pongas Says:

      Hahahahaha tem que dar a cornetada, né? :p
      Brincadeira!
      Então, é porque se eu colocar em cima do nome do filme, ele vai ficar grifado em azul e negrito e fica horrível e destoando do resto dos negritos que sublinhas outros filmes, deu pra entender? Ai eu procuro palavras aleatórias para colocar os traillers… e nem sempre essas palavras aleatórias fazem sentido, tenho que confessar.. enfim..

      Explicado?

  9. Lorde Croowel Says:

    Eu não considero esse o melhor filme. Eu ainda prefiro a Ordem da Fênix. Eu não achei nenhum pouco necessário dar tanta ênfase as paixões e etc. Eu adorei o início do filme, adorei a fotografia e os magníficos efeitos especiais. A queda da ponte ficou sensacional. A história super resumida, poderia ter sido um pouquinho mais detalhada.
    Não da pra adaptar um livro como Harry Potter sem atropelar detalhes e muito menos agradando a todos. Dou uma nota 8 pro filme..

  10. gabriel Says:

    Espero nao ofender ninguem aqui,
    como, um filme de 3h, veja bem, 3h, com recursos quase que ilimitados, consegue ser tão mal feito? me desculpem, mas este filme é assassinante. Na minha opnião, o roteiro é tão mal escrito, mas tão mal escrito que sinto vontade de socar o desgraçado… Pra começar, Harry Potter é uma série de FICÇÃO, SUSPENSE, ROMANCE POLICIAL, logo se pressupoe que exista ação e quem leu o livro sabe q tem muita ação e suspense, e o filme de 3h tem oq? romance? montagem mal feita, cronologia mal editada? David Yates conseguiu o maior fiasco de todos os tempos, com um enredo complexo e bem feito como o mundo de harry potter, ele nao poderia fazer algo tão ruim, ele falhou no seu foco, o roteirista falhou, o diretor de arte falhou, que arte brega, a fotografia falhou nas suas escolhas de luz e plano, o q é aquela parte da caverna? ele muda o filtro do filme, quebra a diegese do filme de uma maneira pobre, falha, qualquer pessoa comum pode perceber que esse filme foi um fiasco.

    • Bruno Pongas Says:

      Se tem duas coisas que são realmente incontestáveis são a fotografia e a arte. A fotografia ficou perfeitamente encaixada, e o cara que a fez é muito bom nisso, dificilmente erraria a mão. Só a título de curiosidade, é o mesmo que fez a fotografia de “O Fabuloso Destino de Amelie Poulain” e “Across the Universe”. E o que houve de errado na caverna? Você esperava o que no lugar?

  11. mmatheus Says:

    Eu hainda nen assisti o filme do harry potter mas sou tão fã dele quejá já sei o que vai acontecer.Não tenho bola de cristal mas ja sei tudo que vai acontecer

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: