Atirador (Shooter, 2007)

by

Atirador Shooter

Por Bruno Pongas

Atirador é um dos exemplos de que essas obras fúteis hollywoodianas até podem render algumas horas de entretenimento; no caso, aqui, mais de duas horas – o que pode ser considerado um exagero para um filme de tiros. E que exagero, podemos assim dizer, já que mesmo com tanto tempo disponível, muitos buracos ficam por preencher e o espectador demora a entender algumas passagens. Ainda assim, o trabalho do diretor Antoine Fuqua (Dia de Treinamento) rende bons frutos.

O principal deles é fazer com que um filme consideravelmente longo para o seu gênero não se torne enfadonho e aborrecedor. Muito pelo contrário, Fuqua sabe utilizar muito bem os 124 minutos da trama, tornando o trabalho recheado de passagens eletrizantes e empolgantes. Um detalhe interessante é que o diretor evitou exagerar nas cenas forçadas, por mais que isso seja difícil em alguns momentos. Em determinadas partes o personagem Bob Lee Swagger, interpretado por Mark Wahlberg, mata umas 15 pessoas com a maior facilidade do mundo e sem sofrer um único arranhão; ou seja, esse tipo de coisa ainda existe, mas Fuqua tentou fazer um retrato mais fiel à realidade – nada comparado com o que acontece, por exemplo, em Duro de Matar 4.0, onde no final um carro se choca contra um helicóptero para explodi-lo.

Apesar dessas qualidades, o que é louvável para um filme como esses, alguns defeitos também saltam aos olhos do espectador. O roteiro, por exemplo, é apressado e atropela muitas partes. No início, principalmente, vemos cenas muito curtas, pouco explicadas, pouco trabalhadas, que  deixam quem está assistindo confuso, sem entender muito bem o que está se passando. Eu mesmo demorei a entender o real sentido do longa, até que depois de uns bons minutos comecei a me situar – mas ainda assim é uma tarefa árdua. Ainda falando do roteiro, ele não é nada inovador, e passa aquela impressão de “eu já vi isso antes em algum lugar”. Pois é, a história é pouco original, e se salva mesmo pela habilidade de Antoine Fuqua em conduzi-la.

Muitos clichês também permeiam o filme. Logo de cara já percebemos quem será o bonzinho e quem será o malvado. Ou aquele que jogava para o time dos maléficos e passou a ajudar o mocinho, ou a mulher que se envolve com o personagem ‘do bem’ e passa a ajudá-lo… se nesse ponto Atirador também ficou devendo, o mesmo não podemos dizer do desempenho dos atores. Mark Wahlberg se consagra como um dos ótimos nomes dessa nova safra (após ser indicado ao oscar de melhor ator coadjuvante em Os Infiltrados). Aqui, ele faz um personagem duro, inteligente… uma espécie de MacGyver da era moderna, pois o tal atirador sempre sabe como solucionar os problemas com os artifícios mais simples. Brincadeiras à parte, Wahlberg vai muito bem, assim como seu companheiro Michael Peña, que se destaca por conseguir deixar bem clara a fragilidade de seu personagem.

No final das contas, podemos dizer que Atirador é mais do mesmo, embora ainda consiga entreter o espectador com muita propriedade. E para os fanáticos por seriados, em alguns momentos o longa me lembrou bastante a série Prison Break (claro que sem o mesmo brilhantismo de Michael Scofield e cia), já que a todo o instante os personagens lutam incessantemente para desmascarar o governo e suas artimanhas. Ou seja, para quem gosta da série, é possível que se identificará com a trama. Para o restante, ainda recomendo o trabalho de Antoine Fuqua, embora diga para que assistam sem a mínima expectativa.

Minha Nota: 7.0

Direção: Antoine Fuqua
Gênero: Ação/Suspense
Duração: 124 minutos
Elenco: Mark Wahlberg, Michael Peña, Danny Glover, Kate Mara, Ned Beatty, Elias Koteas, Rhona Mitra, Jonathan Walker, Justin Louis, Tate Donovan e Rade Serbedzija.

Siga as principais novidades do Movie For Dummies também no twitter. Clique aqui!

Anúncios

Tags: , , , , , ,

6 Respostas to “Atirador (Shooter, 2007)”

  1. O Cara da Locadora Says:

    É, o filme foi bom… Assim, até me surpreendeu conforme eu via pq o início foi uma porcaria, rs… mas deu pro gasto…

    PS> O Walbherg realmente é muito bom… mas por que ele estava daquele jeito no Fim dos Tempos??? rs…

    • Bruno Pongas Says:

      Cara, eu não sei, porque não assisti “Fim do Tempos”. Engraçado é que eu nutro uma grande curiosidade por esse filme, já que muita gente detonou o trabalho e algumas pessoas que eu gosto muito das críticas falaram super bem. Você chegou a ver?

  2. Red Dust Says:

    Não é um filmaço, mas é um filme de acção muito ágil. Os actores são competentes e dão credibilidade à história.

    7/10.

    Abraço.

  3. Wally Says:

    Como filme de ação, cumpre a promessa e entrega algo consistente e climático. Wahlberg segura as pontas e a ácidez do final me agradou. Só poderia ser menos formuláico e óbvio.

    Nota 7.0

  4. Leka Marcondes Says:

    Tiros, explosões e conspiração? Exala testosterona e sempre vai ter sucesso em determinado público alvo.

    E se tem mais de duas horas e ainda assim é confuso, quer dizer que não souberam aproveitar melhor o tempo.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: