Trovão Tropical (Tropic Thunder, 2008)

by

trovtrop

Por Bruno Pongas

Criar expectativa em cima de qualquer coisa pode ser bastante perigoso, principalmente quando o assunto tratado é cinema. A maior armadilha é ler de uma série de especialistas, ou ouvir daquele amigo que você confia até debaixo d’água que um trabalho é bom, ótimo, estupendo, magistral, sensacional, magnífico… ou o que quer que seja. Sentei então no conforto do meu lar ansiosamente para assistir Trovão Tropical; “melhor trabalho de Ben Stiller”, “uma ótima crítica aos bastidores de hollywood”, “engraçadíssimo”, “merecia ter concorrido ao oscar”… bem, posso dizer que li coisas parecidas com essas internet à fora, sem exageros. E após assistir o longa, envolto em ótimas expectativas, confesso que me decepcionei, e muito!

A história é bastante original, e isso tenho que admitir. Um grupo de atores (muito bons, diga-se de passagem) vai até uma ilha (aparentemente no Vietnam ou em algum país ali por perto) para gravar um filme de guerra – que segundo eles seria o melhor filme de guerra da história! Após alguns dias de gravação sem muito sucesso, começam a surgir os primeiros rachas no elenco estelar. Com o grupo dividido, os problemas se agravam quando alguns milicianos locais capturam atores e os fazem reféns. Assim, os outros atores se veem obrigados a encarar um cenário real de guerra para libertar os que haviam sido sequestrados. Ou seja, o roteiro nos coloca diante de um filme dentro de outro filme, o que é bastante interessante – e aparentemente confuso.

Stiller inicia o trabalho muito bem e de forma bastante original e divertida. Somos apresentados logo de cara a uma série de traillers que fazem paródia aos grandes filmes hollywoodianos. O primeiro é um pesonagem chamado Lança Chamas, que tira sarro das grandes histórias em quadrinhos que têm sequências intermináveis apenas visando o lucro – como no caso de Homem-Aranha, Super-Homem… mesmo Batman e Homem de Ferro (que ganhará sequência após o grande sucesso do primeiro filme). Outro exemplo hilariante é um que fala de uma família com problemas de flatulência (pois é!), e todos os personagens são feitos por um único ator, no caso Jack Black, que interpreta a estrela e viciado em heroína, Jeff Portnoy. A sátira aqui é ao filme Professor Aloprado (quem assistiu ambos sabe do que estou falando).

É nesse embalo engraçadíssimo que somos iniciados ao enredo de Trovão Tropical. A parte divertida, no entanto, tem apenas mais alguns espasmos, como na cena em que há uma paródia ao trágico final do clássico de guerra, Platoon. O restante da trama é chata, entediante e com poucas (poucas mesmo!) passagens que realmente valham a pena. A sorte de Ben Stiller foi poder contar com um elenco recheado de estrelas, como Jack Black, Robert Downey Jr., Nick Nolte e Tom Cruise (apesar de estar irreconhecível). Esses realmente seguram as pontas e fazem com que o espectador aguente as quase duas horas de projeção sem se irritar profundamente com aquele montante de baboseiras sendo proferidas a todo o instante.  Falando em Tom Cruise, que atuação magnífica! Ele está melhor do que nunca e quase rouba o filme para si – a dancinha no final é algo assim… genial!

Trovão Tropical tem sim seus méritos; como crítica é excelente e é disparado o melhor trabalho de Ben Stiller como diretor – que antes havia feito Caindo Na Real e Zoolander. Contudo, o longa derrapa em alguns quesitos: em apelar e exagerar demais nas piadas, pois elas acabam se tornando fúteis e batidas, e em ser excessivamente escrachado sem que isso seja necessário. Tenho certeza que se Stiller tentasse se desviar um pouco desse foco absurdamente cômico, seu trabalho seria muito mais agradável. No entanto, como sua carreira se tornou o sucesso que é devido a esse tipo de filme, e como a máxima diz que em time que está ganhando não se mexe, você, leitor, pode tirar suas próprias conclusões.

Minha Nota: 5.5

Direção: Ben Stiller
Gênero: Comédia
Duração: 107 minutos
Elenco: Ben Stiller, Robert Downey Jr., Jack Black, Nick Nolte, Tom Cruise, Bill Hader, Jay Baruchel e Steve Coogan.

Siga as principais novidades do Movie For Dummies também no twitter. Clique aqui!

Anúncios

Tags: , , , , , ,

6 Respostas to “Trovão Tropical (Tropic Thunder, 2008)”

  1. O Cara da Locadora Says:

    Eu discordo veementemente, foi um filme que na minha opinião atendeu todas as expectativas, realmente não o achei monótono… Mas é isso que faz a graça das cosias, não? Diversidade de idéias, rs… Abraços, e o texto foi muito bom… :)

  2. Wally Says:

    Concordo com o comentário acima. Atendeu às minhas expectátivas. Achei genial, engraçado e muito bem atuado. Ótima comédia.

    Nota 8,5

    Ciao!

  3. Roberto Camargo Says:

    Uau!
    Agora sim eu quero assistir Trovão Tropical!
    Sou da teoria que um filme apoiado apenas em bons atores já se torna, no mínimo, bom.
    E Robert Downey, Jack Black, Ben Stiller, Nick Nolte e Tom Cruise me parece um time impecável, ainda mais se falarmos em humor.
    Programa de férias.

  4. Caio Bastiani Says:

    Cara, você só esqueceu de falar que o Robert Downey Jr fez uma interpretação pra lá de hilária. Principalmente a voz e os trejeitos.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: