Rede de Mentiras (Body of Lies, 2008)

by

rede-de-mentiras-570-div

Por Bruno Pongas

Ridley Scott construíu uma sólida carreira como cineasta. Apesar de nunca ter vencido um Oscar, ele é conhecido por bons filmes e alguns clássicos, como Alien: O Oitavo Passageiro, Blade Runner: O Caçador de Andróides e mais recentemente o premiado Gladiador.

Nos últimos anos, Scott iniciou uma parceria de sucesso com Russel Crowe, parceria essa que lhe rendeu o Oscar de melhor ator por Gladiador. Os dois ainda trabalharam juntos no competente O Gângster e no recente Rede de Mentiras – em 2009, Scott dirigirá Crowe mais uma vez no drama Nottingham.

Confesso que assisti ao mais novo filme de Ridley Scott com um pouco de ansiedade. Depois de assistir O Gângster – que é um bom filme apesar de alguns defeitos – fiquei esperançoso quanto à nova trama, que além de contar com o já falado Russel Crowe, também tem o ótimo Leonardo DiCaprio como personagem principal; prato cheio para o espectador.

Gostaria muito de dizer algo positivo, mas, infelizmente, os dois atores principais são o único ponto forte de Rede de Mentiras. O filme já erra no seu enredo principal e na ideologia equivocada e tendenciosa. Mais uma vez o palco é a guerra norte-americana contra o terrorismo, assunto que virou muito comum em hollywood nos últimos anos. Os americanos, bonzinhos por natureza, e o mundo árabe, escória da humanidade – é essa a impressão que temos na maioria desses fimes; Rede de Mentiras não foge à regra.

Como se não bastasse a falta de criatividade em se tratando de um tema já batido, a trama de Ridley Scott ainda peca em outros pontos. O roteiro é ruim, a história por si só já é pouco interessante e ainda é embalada por músicas típicas do Oriente Médio – o que torna o filme ainda mais chato e maçante. Além de tudo, não há a mínima construção dos personagens; pouco se sabe quem é Roger Ferris (Leonardo DiCaprio) e Ed Hoffman (Russel Crowe); parece que foi tudo feito com tanta pressa que acabou faltando tempo para se criar uma personalidade para os personagens – lamentável.

Outro ponto que achei absolutamente sem sentido é o relacionamento que envolve o personagem de DiCaprio e a atriz Golshifteh Farahani, que interpreta Aisha – uma médica local. Totalmente clichê e fora de contexto, o pseudo-relacionamento esfria completamente a já defasada e incorreta trama – fazendo com que o espectador se aborreça ainda mais com o produto.

Ridley Scott peca em seu novo filme e nos traz uma trama vazia de conteúdo e sem a mímina graça. DiCaprio e Crowe salvam o filme, o que ainda assim não torna Rede de Mentiras um produto recomendável. O pior de tudo é que um assunto que deveria ser tratado com tanto cuidado e no mínimo promover uma reflexão por parte do espectador, acaba se tornando fútil e pretensioso do jeito que é. Sem dúvidas um dos filmes mais decepcionantes que vi ultimamente.

Minha Nota: 5.0

Direção: Ridley Scott
Gênero: Ação/Policial
Duração: 128 minutos
Elenco: Leonardo DiCaprio, Russell Crowe, Mark Strong, Vince Colosimo, Carice van Houten, Ali Suliman, Ben Youcef, Michael Gaston, Oscar Isaac.
Anúncios

Tags: , , ,

2 Respostas to “Rede de Mentiras (Body of Lies, 2008)”

  1. tulliobarretos Says:

    Concordo. Mas ainda tem um ponto consideravel para se ver o filme: A tecnologia usada.

    Sim. É muito interessante ver como leva a trama… Com produtos e armas de modernas… Ideias e apoios especializados. Fascinante.

    Abraços…

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: