Queime Depois de Ler (Burn After Reading, 2008)

by

queime

Por Bruno Pongas

Depois de fazer sucesso e arrebatar prêmios e mais prêmios com o aclamado Onde os Fracos Não Têm Vez, os irmãos Ethan e Joel Coen voltam às raízes com mais uma comédia de humor ácido e muito refinado.

Queime Depois de Ler poderia ser mais uma comédia besta e sem sentido nas mãos de qualquer diretor, mas, sob a tutela dos Coen, se transformou em uma grande diversão e acima de tudo numa forte crítica. É bem verdade que para isso temos uma ‘pequena’ ajuda do estelar elenco – atores do mais alto escalão de Hollywood como Brad Pitt, John Malkovich e George Clooney, são colocados em papéis ridicularmente hilários que se interligam entre si da maneira mais bizarra e impessoal possível e tornam a trama ainda mais engraçada. Como se não bastasse, vemos a bela Frances McDormand muito bem e praticamente irreconhecível na pele da esquisita e ambiciosa Linda Litzke.

Os personagens – muito bem interpretados, diga-se de passagem – nos apresentam uma sátira e escancaram como somos idiotas e não temos o mínimo valor para as grandes instituições. J.K Simmons é um chefe de departamento na CIA que não faz nada o dia inteiro, apenas recebe informações de um subordinado e toma as decisões mais simplistas e compensatórias possíveis. John Malkovich também trabalha para a CIA, mas é demitido acusado de ser alcoólatra. Além disso, ele vive em uma forte crise conjugal com sua esposa. George Clooney é uma espécie de tira canastrão que nunca sequer precisou usar sua arma durante tantos anos de profissão. Assim como Malkovich, ele também passa por uma série de problemas em seu casamento. Brad Pitt é um completo idiota, instrutor de academia e sempre influenciado pela personagem de McDormand – gerente da academia em que Pitt trabalha e que tenta de tudo para conseguir fazer algumas cirurgias e ‘melhorar’ seu físico.

Um dos pontos fortes do filme é a construção dos personagens. Os diretores usaram boa parte da primeira metade da trama para apresentá-los ao público e dá-los vida; muito diferente do que costumamos ver na maioria dos filmes – personagens que surgem do nada, sem passado algum e sem nenhuma característica marcante. Em Queime Depois de Ler quase todos têm vida, sabe-se o que fazem, as características psicológicas e os traços marcantes – bastante evidentes nos personagens de Pitt e Malkovich. Como disse um pouco mais acima, outro ponto forte e também bastante divertido é a maneira como as histórias se interligam – sempre da maneira mais impossível e original.

Em suma, o novo filme dos irmãos Coen rende boas risadas ao ridicularizar situações presentes no nosso cotidiano; ou seja, no final das contas gargalhamos de nós mesmos, do nosso dia-a-dia, do ridículo que somos e do descasso pelo qual nos fazem passar.
.
Minha Nota: 8.0
.
Direção: Ethan Coen e Joel Coen
Gênero: Comédia
Duração: 95 min
Elenco: Tilda Swinton, John Malkovich, Brad Pitt, George Clooney, Frances McDormand.

Anúncios

Tags: , , , , ,

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: